PRIMEIRA REPÓRTER A NOTICIAR II GUERRA MORRE AOS 105 ANOS

 

Clare Hollingworth, repórter de um jornal britânico que deu a primeira notícia sobre o início da II Guerra Mundial, morreu nesta terça-feira. A consagrada correspondente internacional faleceu em Hong Kong, aos 105 anos.

Em agosto de 1939, aos 27 anos, Hollingworth viajou sozinha para a fronteira com a Alemanha e testemunhou a primeira coluna de tanques nazistas se mobilizando para invadir a Polônia. Três dias depois, ela foi a primeira a relatar o início das hostilidades não apenas para leitores do jornal The Daily Telegraph, mas também para autoridades britânicas e polonesas.

“Clare faleceu cercada de familiares e amigos, com muito carinho”, disse Cathy Hilborn Feng, sua amiga há mais de 20 anos. As reportagens de Clare sobre o início da guerra são consideradas um marco do jornalismo. “Eu fiz essa reportagem quando era muito, muito jovem”, disse ela em uma entrevista ao Daily Telegraph em 2009. “Eu fui lá para ver os refugiados, os cegos, os surdos e os deficientes mentais. Enquanto eu estava lá, a guerra repentinamente irrompeu”, contou.

Nascida em Leicester, em 1911, Hollingworth ficou conhecida por estar no lugar certo, na hora certa, depois de brilhantes descobertas ao longo da carreira. A jornalista também escapou por pouco da morte em 1946, quando uma bomba destruiu o hotel King David em Jerusalém, matando quase cem pessoas a poucos metros de onde ela estava. Clare ainda atuou como repórter no Vietnã, na Argélia e no Oriente Médio.

Nos anos 1970, Hollingworth se tornou uma das primeiras jornalistas ocidentais a reportar permanentemente de Pequim, onde o Daily Telegraph abriu uma sucursal. A jornalista viveu suas últimas quatro décadas em Hong Kong e era frequentadora assídua do Clube de Correspondentes Internacionais (FCC), onde comemorou seu aniversário de 105 anos em outubro do ano passado.

Durante a vida, Clare deixou claro em entrevistas que nunca foi tão feliz quanto nos momentos em que estava acompanhada apenas de escova de dente, máquina de escrever e, se necessário, um revólver. “Preciso admitir que gosto de estar na guerra”, disse ao Daily Telegraph em 2011, quando completou 100 anos.

FONTE: VEJA.COM

SEGUNDO A AESA, CHOVEU EM 32 MUNICÍPIOS PARAIBANOS

Segundo a AESA -Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba – choveu de ontem até hoje (10/01/2017) em pelo menos 32 municípios paraibanos. As maiores precipitações ocorreram nos municípios de Teixeira 119 mm, São José de Piranhas 100,2 mm, PATOS 82,5 mm e Cajazeiras  78 mm. Abaixo, mapa da Paraíba com os municípios onde ocorreram as maiores precipitações.

FONTE: AESA

CHUVA COM VENTOS FORTES CAUSA ESTRAGOS EM FLORÂNIA

Próxima ao centro da cidade de Florânia, a Fazenda Quixodé de Baixo, de propriedade de João de Laércio, registrou 62,5 milímetros na chuva que caiu no final de tarde e início de noite desta segunda-feira, 09 de janeiro de 2017.

No Bairro Bugi, José Bonifácio informou a Estação Local do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) o registro de 20 milímetros. Já no sítio Jucurí, o pluviômetro instalado na propriedade de Manelão registrou 16 milímetros.

O pluviômetro instalado na propriedade de Edson Cunha, próximo a Quadra  da Serra do Cajueiro, registrou 90 milímetros.

Os estragos provocados pela chuva em Florânia foram pequenos, tais como, quedas de árvores e destruição parcial de telhados.

 

FONTE: BLOG DE JAIR SAMPAIO

CHOVE FORTE EM PATOS

Depois de um calor intenso durante todo o dia desta segunda-feira, dia 09 de janeiro, finalmente a chuva chegou a Patos. Logo no início da noite o céu ficou escuro, e não demorou para os relâmpagos e trovões iniciarem um verdadeiro espetáculo sobre nossa cidade.

Choveu forte em alguns bairros da cidade para alegria da população que não pensaram duas vezes em registrar o fenômeno, simples para alguns, mas com o belo significado para que vive sobre constante ameaça de seca, e enfrenta um dos mais severos períodos de estiagem.

Vários sertanejos saíram para fora de suas residências para acompanhar o espetáculo dos raios que cruzavam os ares do Sertão. Uns fizeram questão de gravar em aparelhos celulares os clarões que iluminaram a Capital Sertaneja.

Há informações que vários pontos da cidade ficaram alagados. Os internautas não perderam tempo, registraram e postava em redes sociais a todo tempo.

Chega a nossa redação a informação de que o força do vento destruiu parte de uma loja de veículos localizada no bairro do jatobá, setor Sul da cidade.

FONTE: Patosonline.com

 

COMEÇANDO O DIA 10/2017

Estamos na 2ª semana do ano de 2017, no calendário gregoriano, hoje é o 10º dia do ano. O sol nasceu no horizonte neste momento, às 05:20 da manhã. Nos últimos trinta anos, choveu em Ouro Branco 18 vezes no dia de hoje, sendo que a maior precipitação registrada foi uma chuva de 23 mm em 2010. Em 1990 foi o dia de hoje mais frio que já tivemos (com 21 °C), e em 1988 foi o dia de hoje mais quente (com 36 °C). De acordo com a Receita Federal do Brasil, o valor de R$ 204.891,62 foi repassado ao Fundo de Participação dos Municípios, para a primeira parcela à Prefeitura de Ouro Branco, deduzidos 20% relativos ao FUNDEB. Pelo calendário hagiológico (o calendário santoral), o santo do dia de hoje é o Beato Gonçalo de Amarante.