ESQUEMA LIBERAVA CARNES VENCIDAS E CONTAMINADAS

 

A Operação Carne Fraca, a maior da história da Polícia Federal, investiga crimes na liberação de carnes em frigoríficos (Vagner Rosário/VEJA.com)

Dentre as irregularidades investigadas pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal (PF), estão a liberação de lotes de carne estragadas, contaminadas com bactérias e com utilização de produtos cancerígenos. A operação é a maior da história PF e foi deflagrada na manhã desta sexta-feira, apurando irregularidades na fiscalização de frigoríficos.

Em nota, a Polícia Federal informou que aproximadamente 1.100 policiais federais estão cumprindo 309 mandados judiciais, sendo 27 de prisão preventiva, 11 de prisão temporária, 77 de condução coercitiva e 194 de busca e apreensão em residências e locais de trabalho dos investigados e em empresas supostamente ligadas ao esquema. Essa é a maior operação policial da história da PF.

Segundo decisão da justiça, a veterinária da Peccin Industrial Ltda – empresa envolvida nos casos investigados – relata a “a utilização de carnes estragadas na composição de salsichas e linguiças, a ‘maquiagem’ de carnes estragadas com a substância cancerígena ácido ascórbico, carnes sem rotulagem e sem refrigeração”.

A Polícia Federal também interceptou conversa entre dois integrantes do Ministério da Agricultura falando sobre a transferência de uma fiscal que teria encontrado problemas de infeccção com a bactéria Salmonella em lote da empresa Rio Verde e tomava medidas para fechar essa unidade de produção.

Procurada por VEJA, a Peccin disse que não havia ninguém disponível para falar com a imprensa no momento.

FONTE: VEJA.COM

FOTOS HISTÓRICAS: 1ª TURMA DE CORTE E COSTURA DE OURO BRANCO

 

Primeira turma de corte e costura de Ouro Branco/1956

Homenageados: Manoel Nogueira do Nascimento, tenente José Alves e  Doutor Oscar.

Professora: Helena de Medeiros Morais.

Concluintes: Nair dos Santos, Inês Medeiros da Costa, Naiza dos Santos, Júlia Medeiros de Morais, Nadir dos Santos Medeiros, Nadir dos Santos Oliveira, Joanita Morais, Elvira Gonçalves, Neuza Barros, Irene Fernandes e Inácia Siqueira.

 

FONTE: LIVRO ” OURO BRANCO: DE 1722 A 1954″.

 

 

NA ‘GUERRA’ DA TRANSPOSIÇÃO DO SÃO FRANCISCO, LULA DEVE ATÉ NADAR

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nada toma banho de mar na Praia da Lagoa Doce, em Luís Correia (PI) (CELSO JUNIOR/Estadão Conteúdo)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai a Monteiro, na Paraíba, no próximo domingo (19) para inaugurar extraoficialmente o eixo leste da transposição do rio São Francisco, que vai do sertão de Pernambuco até a cidade que o ex-presidente irá visitar. A ex-presidente Dilma Roussef deve ir junto.

A ideia é garantir a paternidade da obra, disputada pelo presidente Michel Temer (PMDB), que foi ao local na semana passada, e por tucanos como o senador Cássio Cunha Lima (PB) e o governador Geraldo Alckmin, que também foi ao local gravar vídeo ressaltando a importância da obra – para justificar, ele alegou que São Paulo emprestou quatro bombas para o projeto.

Durante a visita de Temer, o nome do petista foi gritado por um grupo de moradores que entoaram o jingle de campanha “Olê, olê, olê, Lulá, Lulá”. Alguns petistas, segundo o jornal O Estado de S. Paulo, em meio à criação de um ambiente de euforia, não descartam a possibilidade de Lula nadar no rio durante a visita.

FONTE: VEJA.COM

MORREU JÚNIOR DE CHICO PEDRO

Faleceu hoje (15) em nossa cidade Júnior de Chico Pedro. Junão, como era mais conhecido, trabalhava na escola municipal José Nunes de Figueiredo, além de ser voluntário na Filarmônica Manoel Felipe Nery, atuando como arquivista. Junão sempre foi uma pessoa muito alegre e brincalhão com os amigos e, portanto, deixará muita saudade. A todos os seus familiares externamos os mais sinceros sentimentos e que Deus possa confortá-los.

NOVA LISTA DE JANOT TEM DILMA, LULA E CINCO MINISTROS

 

Procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

 

Na nova lista de alvos da Operação Lava Jato com direito a foro privilegiado, enviada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira, estão presentes pelo menos cinco ministros do governo do presidente Michel Temer. São eles: Eliseu Padilha (PMDB), da Casa Civil; Moreira Franco (PMDB), da Secretaria-Geral da Presidência; Gilberto Kassab (PSD), das Comunicações; Bruno Araújo (PSDB), das Cidades; e Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), das Relações Exteriores.

O pacote inclui ainda parlamentares de peso, como os presidentes do Senado e da Câmara, Eunício Oliveira (PMDB) e Rodrigo Maia (DEM), respectivamente. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, também são relacionados os senadores Romero Jucá, Renan Calheiros e Edison Lobão, do PMDB; Aécio Neves e José Serra, do PSDB.

Os nomes são citados nas 320 peças encaminhadas por Janot ao STF por volta das 17 horas de hoje. Dessas, 83 são pedidos de abertura de inquérito, 211 declínios de competência, 7 arquivamentos e 19 outras providências, que podem ser mandados de prisão, busca e apreensão, colheita de novos depoimentos, quebra de sigilo, bloqueio de bens, entre outras diligências.

A nova lista, que é três vezes maior do que a primeira, enviada em maio de 2015, é baseada na delação de 77 executivos da Odebrecht. O relator da Operação Lava Jato no STF, ministro Edson Fachin, deve decidir nos próximos dias se instaura ou não as investigações. Devido a procedimentos burocráticos, as petições devem demorar pelo menos três dias para chegar às mãos de Fachin.

Além deles, também constam os nomes dos ex-presidentes Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva e dos ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega, que não têm direito à prerrogativa de foro e cujos casos devem ser remetidos à primeira instância.

FONTE:VEJA.COM

COMEÇANDO O DIA 74/2017

Estamos na 11ª semana do ano de 2017, no calendário gregoriano, hoje é o 74º dia do ano. O sol nasceu no horizonte neste momento, às 05:32 da manhã. Nos últimos trinta anos, choveu em Ouro Branco 23 vezes no dia de hoje, sendo que a maior precipitação registrada foi uma chuva de 25 mm em 2008. Em 1988 foi o dia de hoje mais frio que já tivemos (com 20 °C), e em 1998 foi o dia de hoje mais quente (com 36 °C). Hoje é comemorado no Brasil o dia da Escola. Também é o dia mundial do consumidor, pessoa que adquire produto ou serviço para consumo. No dia de hoje, há 32 anos, se encerrava o regime da ditadura militar no Brasil, instaurado em 1 de abril de 1964. Pelo calendário Romano, o santo do dia de hoje é o padre redentorista austríaco, São Clemente Maria Hofbauer.

PRESÍDIO PODE SER CONSTRUÍDO EM OURO BRANCO A QUALQUER MOMENTO

Tem causado fervoroso debate de populares a notícia de construção de presídio em Santana do Seridó, a 30 km de Ouro Branco. Neste contexto, Quipauá faz uma análise da possibilidade de impedir a instalação de presídios em Ouro Branco, concluindo que nada pode ser feito. Acompanhe!

Não há estudos que associem aumento de criminalidade à instalação de presídios, mas é certo que a população fica, no mínimo, assustada pela presença de apenados na vizinhança. Por isso a instalação de presídios em cidades tem mais serventia quando se integra ao princípio sensato de que a responsabilidade pelos presos é de quem os produz, inclusive para que haja cooperação comunitária e se facilite a recuperação e reintegração dos apenados, ficando perto das famílias, parentes e amigos. Neste sentido, Natal produz mais de 80% dos detentos do Estado, então é por lá que deveriam ficar 8 em cada 10 presídios.

Para evitar presídios em Ouro Branco, o sagaz vereador Genildo Medeiros, apresentou projeto apreciado pela Câmara de Vereadores e sancionado em junho de 2016 como Lei Municipal nº 874, que proíbe a construção de presídios, cadeias públicas ou similares no município. A lei desautoriza o executivo a colaborar com a instalação de unidades prisionais, embora não tenha o poder de impedir.

Acontece que, através de “mero” decreto, o governador do Estado pode mandar construir presídio em Ouro Branco, se o quiser. E o ato só pode ser impugnado na justiça via mandado de segurança pelo Poder Executivo, com muita dificuldade.

É o caso de desapropriação de terra para construção de presídio. Trata-se de agressiva forma de intervenção do Estado na cidade. O município já emitiu decretos de desapropriação em 2014 e em 2017, com os mesmos fundamentos. No caso de Ouro Branco, o pagamento da desapropriação foi feita por acordo entre a prefeitura e os particulares. Do mesmo modo, por decreto, o governador transforma compulsoriamente terreno no município em terreno estadual, com fundamento na necessidade pública, pagando indenização prévia, que deve girar em torno de um milhão de reais, se for terreno particular, se for terreno da prefeitura, fica em bem menos da metade desse valor.

Inclusive, depois de desapropriado o terreno para construção, o Estado pode demolir os prédios que existam no espaço e até recorrer, em caso de oposição, ao auxílio de força policial. Depois de decretado o espaço para construção de presídio no município, o Estado tem cinco anos para fazer o que quiser no terreno, no tocante à construção. Embora a lei municipal proíba a concessão de alvará e a celebração de convênios pela prefeitura referentes à instalação de presídios, o Governo Estadual não necessita da aquiescência do município para operar com presídios.

E neste quesito, o município nada poderia interferir. É que a competência para criar leis sobre desapropriação é da União, que fez através da considerada lei geral de desapropriações, contendo as normas mais importantes sobre o procedimento expropriatório em nosso país, uma “lei” da Década de 40. E na ação de desapropriação, nem mesmo a justiça interfere sobre o decreto expropriatório. Assim, só restaria ao município discutir o valor pago pelo Estado referente ao terreno, que é calculado sobre o valor venal, já fixado, de modo que a discussão se torna inútil e, conclui-se, por tudo, que se é para o Governo do Estado construir presídio em algum lugar do Seridó, que fique por Santana mesmo, livrando nossa pacata Ouro Branco.

MORADORES DE SANTANA DO SERIDÓ PROTESTAM CONTRA CONSTRUÇÃO DE PRESÍDIOS NA CIDADE

 

Centenas de pessoas protestaram contra construção de presídios (Foto: Anderson Dantas – Juquinha)

Moradores de Santana do Seridó, distante 237 km de Natal, realizaram um protesto, neste sábado (11), contra a construção de dois presídios no município. O anuncio das unidades prisionais foi feito pelo governo do estado, na última sexta-feira (10).

A Secretaria de Justiça e Cidadania do Rio Grande do Norte (Sejuc) informou que a construção será com recursos do Ministério da Justiça, que vai liberar R$ 31,9 milhões para as obras. Cada uma das unidades terá capacidade para 603 detentos.

Após tomarem conhecimento do anúncio, os moradores então decidiram organizar um protesto. Na tarde e início da noite deste sábado, centenas de pessoas, inclusive de cidades vizinhas, foram às ruas de Santana do Seridó, carregando cartazes e gritando palavras de ordem contra os presídios na cidade.

Novas prisões
Em janeiro, o governador Robinson Faria declarou a intenção de desativar a Penitenciária de Alcaçuz ainda este ano. Segundo ele, a construção de três novos presídios permitiria a transferência dos presos da unidade, onde um massacre deixou 26 mortos ao longo de mais de uma semana de rebeliões.

“A construção de Alcaçuz naquele local foi um grande equívoco, porque é uma área de geografia turística”, afirmou Robinson.

A terceira unidade é a Cadeia Pública de Ceará-Mirim, na região metropolitana de Natal, que já está em construção. A obra começou em 2015 e chegou a ser embargada para adequações, mas foi retomada e, segundo o governo, deve ficar pronta em junho. A prisão terá três pavilhões e capacidade para 603 pessoas.

Segundo o general Araújo Lima, o governo pretende criar 3.900 vagas no sistema prisional do estado em cinco anos, mil delas até abril de 2018. A comissão para elaborar o Plano Diretor do Sistema Penitenciário foi criada em fevereiro, depois da matança em Alcaçuz. O projeto deve ficar pronto em abril.

G1/RN

 

COMEÇANDO O DIA 72/2017

Estamos na 11ª semana do ano de 2017, no calendário gregoriano, hoje é o 72º dia do ano. O sol nasceu no horizonte neste momento, às 05:32 da manhã. Nos últimos trinta anos, choveu em Ouro Branco 26 vezes no dia de hoje, sendo que a maior precipitação registrada foi uma chuva de 34 mm em 2009. Em 1989 foi o dia de hoje mais frio que já tivemos (com 23 °C), e em 1989 foi o dia de hoje mais quente (com 38 °C). Hoje é comemorado o quarto ano de pontificado do Papa Francisco. No dia de hoje, há cinco anos, estava sendo prorrogado o Concurso Público realizado em 2010, através de decreto municipal, datado de 12, mas assinado em 13 de março. Pelo calendário Romano, os santos do dia de hoje são os santos mártires, Santos Rodrigo e Salomão.

ODEBRECHT CONFIRMA QUE LULA É O “AMIGO” QUE APARECE NAS PLANILHAS DA EMPREITEIRA COMO DONO DE 23 MILHÕES DE REAIS

(Orlando Brito/VEJA)

Um dos segredos mais bem guardados da delação premiada dos executivos da Odebrecht, cujos depoimentos deverão ser tornados públicos nos próximos dias, está prestes a ser revelado em detalhes: o ex-presidente Lula era o “dono” de uma parte da milionária conta corrente que o PT mantinha junto à empreiteira.

Nos depoimentos prestados à Procuradoria-Geral da República como parte do acordo que resultou na chamada “delação do fim do mundo”, não só Marcelo Odebrecht como outros dirigentes da empreiteira confirmaram que Lula é o misterioso personagem por trás do codinome “Amigo”, que em julho de 2012 tinha um crédito de 23 milhões de reais registrado no Departamento de Operações Estruturadas, como era chamada o setor de propinas da companhia.

O dinheiro, segundo as investigações, foi usado, entre outras coisas, para comprar um apartamento em São Bernardo do Campo.

FONTE:VEJA.COM