MUNICÍPIOS DO RN RECEBERÃO R$ 2,7 MILHÕES DE REAIS PARA O COMBATE AO AEDES

O Ministério da Saúde vai repassar R$ 2,7 milhões de recursos extras aos municípios potiguares para o combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Com o reforço financeiro, o Governo Federal pretende conter a proliferação do mosquito no verão, quando a alta da temperatura favorece a reprodução da espécie.

Serão repassados R$ 152 milhões a todos os municípios brasileiros e ao Distrito Federal. O recurso será liberado em duas parcelas: a primeira, no valor de R$ 1,6 milhão, de imediato; e a segunda, no valor de R$ 1,1 milhão, depois que os municípios fizerem levantamentos pedidos pelo Ministério e enviarem as informações. O prazo termina em 30 de junho.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, considera o recurso essencial para controlar o Aedes. “Os municípios vão poder concentrar ainda mais esforços no combate ao mosquito”, explica o ministro. “Os levantamentos de índices de infestação serão fundamentais para qualificar as ações de prevenção e controle do mosquito”, acrescenta.

Para receberem a segunda parcela, os municípios devem realizar o Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), se tiverem mais de 2.000 imóveis, ou o Levantamento de Índice Amostral (LIA), se tiverem menos de 2.000. As cidades sem infestação devem fazer monitoramento por ovitrampa ou larvitrampa.

Estatísticas
Até 2016, haviam sido registrados no país 1.487.673 casos de dengue e 211.770 casos prováveis de zika. Respectivamente, 22% e 36% dos registros se concentram na região Nordeste, que em número de casos, fica atrás apenas do Sudeste. No Rio Grande do Norte, já foram registradas 25 mortes por chikungunya.

 

FONTE: G1/RN

 

SANTANA DOS MATOS TEM DUAS SESSÕES E EMPOSSA MAIS VEREADORES QUE VAGAS

A eleição da mesa diretora da Câmara de Vereadores da cidade de Santana do Matos, na região Seridó do Rio Grande do Norte, ocorrida neste domingo (1º), foi conturbada. Ocorreram dois eventos em locais diferentes, sendo um na própria Câmara e o outro na Casa de Cultura. A cidade, que tem nove cadeiras para vereadores, ao final do dia tinha 11 empossados.

De acordo com a secretária da Câmara da cidade, Margarete Costa, as sessões aconteceram em locais diferentes pois dois vereadores reeleitos estão proibidos de se aproximar da Casa Legislativa, pois são investigados pelo Ministério Público na Operação Infarto, deflagrada em setembro de 2016 para combater um esquema de desvios na Prefeitura e Câmara da cidade.

A investigação apontou valores repassados ilegalmente aos seguintes vereadores: Airton Ovídio de Azevedo, conhecido como Mago de Miro, e Edilson Lopes da Silva, conhecido como Bial. “A cerimônia teve que acontecer na casa de cultura onde eles podiam ir”, explicou Margarete Costa.

A primeira sessão aconteceu na Casa de Cultura com a presença de cinco vereadores, mas, segundo Margarete, todos os nove foram convocados. Mago de Miro, Bial, Naldinho, Kaká e Dedé de Básiaca estavam presentes e foram empossados. “Quando a cerimônia acabou, seguimos para a Câmara para a sessão com os outros quatro que não quiseram ir para a Casa de Cultura. Mas quando chegamos lá já estava acontecendo”, relatou Margarete.

Na Câmara, outros quatro vereadores eleitos foram empossados e dois suplentes tomaram posse no lugar dos dois investigados pelo MP. “A vereadora que presidia a sessão , Ana Macêdo, anulou a posse de Mago de Miro e de Bial e convocou os dois suplentes para serem empossados e assim formar o quórum para eleição do presidente da Casa”, relatou a secretária.

Mas ainda segundo ela, os dois suplentes não participaram da votação. “O vereador João Maria Cadó, do PSB, foi eleito presidente da Câmara da cidade com apenas quatro votos, o que não é permitido”, explicou. Os dois vereadores investigados pelo MP ingressaram com ação judicial requerendo os cargos no legislativo.

FONTE: G1/RN

LÍDERES DE MASSACRE EM MANAUS VÃO PARA PRESÍDIOS FEDERAIS

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou em entrevista coletiva na noite desta segunda-feira que os líderes do massacre que deixou pelo menos 56 mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, serão transferidos para presídios federais. Moraes está na capital do Amazonas para conversar com o governador do Estado, José Melo de Oliveira (Pros) sobre a matança que já é a segunda maior em presídios do país, desde o massacre do Carandiru, em 1992.

“O governo do Amazonas pediu a transferência. Vamos identificar as lideranças e atender o mais rápido possível”, disse ele. A presença da Força Nacional de Segurança no Amazonas foi descartada, em um primeiro momento.

“Não há necessidade da Força Nacional. Não há uma situação de insegurança pública. Houve uma situação dura, muitas mortes dentro do presídio, mas não extrapolou para fora, então não houve essa necessidade”, disse o ministro.

O ministro disse que os investimentos no sistema prisional está entre as prioridades para o Amazonas. “Penitenciária é prioridade. Aqui no Amazonas será possível o aumento de 1,2 mil vagas em penitenciárias, somadas as 3,6 mil vagas que vão ser disponíveis com uma Colônia Penal Agrícola e dois CDPs que devem ficar prontos este ano e solucionar a superlotação”.

Diversas rebeliões têm sido registradas em cadeias do país nos últimos anos, em meio a denúncias de entidades de direitos humanos sobre a superlotação e falta de funcionários suficientes nos presídios.

A ONG de direitos humanos Human Rights Watch pediu que autoridades brasileiras conduzam uma reforma no sistema prisional, considerado pela entidade como “um desastre de direitos humanos”.

Na semana passada, o governo federal anunciou o repasse aos Estados de 1,2 bilhão de reais, a maior parte destinada à construção de penitenciárias e melhoria da infraestrutura e serviços do sistema.

FONTE:VEJA.COM

TENENTE AUGUSTO, UM HERÓI OUROBRANQUENSE

O sargento da polícia militar do Rio Grande do Norte, Augusto Azevedo de Souza, irmão de Dona Maria, mãe de Chico Galdino, era filho de Berlarmino Luciano de Souza e Silvéria Francelina da Conceição, ele ingressou na polícia militar em 1915.

Em 1925, o Governador do Rio Grande do Norte, José Augusto de Medeiros, a pedido do Presidente da República, Arthur Bernardes, enviou aproximadamente cem policiais – sargento Augusto fazia parte do contingente – que partiram do porto de Natal em um vapor no dia dois de dezembro de 1925 para combater ao lado das tropas do Exército, os revolucionários da “Coluna Prestes” no estado do Maranhão.

No Maranhão, os policiais potiguares foram cercados pelas tropas da Coluna Prestes na cidade de São José das flores, atualmente Timon, perto da capital do Piauí, Terezina. Houve um intenso tiroteio na noite de trinta e um de dezembro de 1925 que durou até às dez horas da manhã seguinte.

Nesse tiroteio, o sargento Augusto agiu com extrema bravura, no entanto, o mesmo foi alvejado com vários tiros e veio a falecer, sendo enterrado em primeiro de janeiro de 1926, às três horas da tarde, no cemitério de São José das Flores.

Postumamente, o sargento Augusto foi promovido pela sua bravura e altivez no campo de batalha a 2° tenente da polícia militar pelo Governador José Augusto de Medeiros, através de decreto governamental. Em 1939, o então Comandante Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, o coronel André Fernandes de Souza, criou a biblioteca da corporação denominada de Tenente PM Augusto Azevedo, inaugurada em quatro de novembro daquele ano. Já aqui em Ouro Branco temos uma rua denominada de Tenente Augusto, em homenagem ao nosso herói. Abaixo, uma foto muito antiga do sargento Augusto:

NOS ÚLTIMOS DOIS DIAS CHOVEU EM TRINTA MUNICÍPIOS PARAIBANOS

Trinta cidades paraibanas registraram chuvas entre essa terça (27) e esta quarta (28), segundo dados disponibilizados pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa). O município com maior medição de chuva foi Juarez Távora, com 46,9 milímetros (mm). Outras cidades que ainda são monitoradas também estão registrando chuvas, como Boqueirão e Catolé do Rocha.

De acordo com a Aesa, além de Juarez Távora, chuvas acima dos 15 mm foram registradas no Conde (28 mm); Mari (21,8 mm); Rio Tinto (20,5 mm); João Pessoa (16,4 mm); e Alhandra (15,7 mm).

Também registraram chuvas, com menor intensidade, em: Alagoa Grande (3,4 mm); Alagoinha (10,4 mm); Araruna (5,5 mm); Araçagi (7,5 mm); Areia (7 mm); Bayeux (14,2 mm); Borborema (6 mm); Cacimba de Dentro (0,9 mm); Caiçara (3,1 mm); Campina Grande (12,2 mm); Capim (6 mm); Dona Inês (3 mm); Guarabira (7,6 mm); Jacaraú (0,9 mm); Logradouro (1,8 mm); Mamanguape (4,9 mm); Mataraca (3,9 mm); Pilões (5,6 mm); Pirpirituba (4,2 mm); Santa Rita (4,5 mm); Serraria (5,9 mm); Sertãozinho (3,6 mm); e Solânea (3,2 mm).

Além dessas cidades, internautas estão relatando que há chuvas nesta quarta-feira em outros municípios, como Boqueirão, Cajazeiras e Catolé do Rocha, o que só deverá ser listado pela Aesa nesta quinta-feira.

De acordo com a previsão da Aesa, o tempo deve continuar instável em boa parte da Paraíba, com temperaturas que variam entre 21ºC e 36ºC.

FONTE: BLOG DO ERIVALDO GUEDES

QUERO SER O MAIOR PRESIDENTE NORDESTINO DO BRASIL, DIZ TEMER

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira, em Maceió, que pretende ser lembrado como “o maior presidente nordestino que passou pelo Brasil”. A declaração de Temer, que nasceu em Tietê, no interior de São Paulo, foi feita durante anúncio de um repasse de 1,02 bilhão de reais a obras de combate à seca no Nordeste, conforme foi adiantado ontem pelo Blog Radar On-line, do site de VEJA.

“Vocês já ouviram aqui um grande relato de tudo que o governo federal está fazendo no Nordeste. Naturalmente tudo isso passa pela minha mesa. É que eu tenho um objetivo e um sonho: que ao final do meu mandato, embora sendo eu de São Paulo, vocês possam dizer ‘esse foi o maior presidente nordestino que passou pelo Brasil’”, afirmou Temer.

O presidente informou que, do montante de 1,02 bilhão de reais, 755 milhões de reais serão investidos na construção de 133.000 cisternas, microaçudes e programas de acesso à água em quinze Estados atingidos pela seca. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, a expectativa é de que mais de 1 milhão de pessoas em 759 municípios sejam beneficiadas com os projetos. Temer disse também que o Nordeste será beneficiado pelo dinheiro da repatriação de recursos mantidos no exterior.

O anúncio é realizado num momento em que a popularidade de Temer está em queda, especialmente no Nordeste, tradicional reduto eleitoral petista.  Segundo a última pesquisa Datafolha, 57% da população do Nordeste vê o governo Temer como pior do que o da ex-presidente Dilma Rousseff, enquanto no Norte (46%), Sudeste (32%), Sul (34%) e Centro Oeste (33%) os índices são mais baixos. Assessores próximos do presidente lhe aconselharam a viajar mais pelo país no fim do ano para aplacar a agenda negativa de Brasília.

No evento, o presidente também lembrou que, apesar de iniciada há 15 anos, a transposição do Rio São Francisco precisa ser concluída. “As pessoas imaginam que ao mudar governo o céu fica imediatamente azul. Isso não acontece. Meu sonho é que até final do meu mandato o Eixo Norte [da transposição] e outras obras sejam inauguradas. Se isso acontecer, vou dizer: ‘fiz um bom governo’”, acrescentou, falando novamente sobres os “seus sonhos” para o término do mandato.

Num aceno ao Congresso Nacional, Temer voltou a elogiar e destacar o diálogo com os parlamentares para a aprovação de matérias de interesse do governo. “Estamos em uma recessão muito grande e temos de combatê-la. Para isso precisamos de interlocução e diálogo com o Congresso. Graças a Deus, as medidas enviadas para lá têm sido aprovadas com índice superior a 88%.” Segundo ele, esse apoio será fundamental para a aprovação de outras medidas, principalmente as que alteram a legislação trabalhista.

FONTE: VEJA.COM

AVIÃO DA CHAPECOENSE TINHA EXCESSO DE PESO E PLANO DE VOO IRREGULAR, DIZEM AUTORIDADES COLOMBIANAS

As autoridades colombianas divulgaram na manhã desta segunda-feira um relatório sobre o acidente com o avião da Chapecoense que deixou 71 vítimas no dia 29 de novembro, próximo a Medellín, na Colômbia. Por meio de gravações de voz do avião (voice recorder), os oficiais da Aeronáutica Civil explicaram detalhes da queda. “A aeronave tinha um peso superior ao permitido nos manuais”, afirmou o coronel Freddy Augusto Bonilla, secretário de segurança da Aeronáutica Civil da Colômbia.

As autoridades ainda culpam a AASANA (Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares à Navegação Aérea da Bolívia) por ter aprovado o plano de voo da LaMia. De acordo com Bonilla, o piloto Miguel Quiroga, morto no acidente, tinha consciência de que o combustível não era suficiente. “Eles estavam conscientes da limitação do combustível. Sabiam que não era suficiente”. De acordo com os relatos da investigação, piloto e co-piloto conversaram sobre a possibilidade de fazer uma parada em Letícia ou Bogotá.

A conclusão colombiana tem apenas algumas diferenças em relação à versão boliviana, divulgada há duas semanas. As autoridades da Bolívia culparam o piloto do avião e a companhia aérea LaMia. Foi aberto também processo contra a funcionária do aeroporto de Santa Cruz, de onde partiu o avião, que aceitou um plano de voo com o tempo de duração igual à autonomia, violando normas elementares. O ministro de obras públicas da Bolívia, Milton Claros, foi taxativo. “O que aconteceu neste trágico evento é de responsabilidade direta da empresa LaMia e do piloto”. Os bolivianos, no entanto, não identificaram o excesso de peso.

O secretário de segurança da Aeronáutica Civil da Colômbia fez um longo pronunciamento com a gravação da conversa do piloto da LaMia com a torre de controle de voo do aeroporto de Rionegro antes da queda do avião da Chapecoense.

“O avião boliviano ingressa em Medellín neste momento. A aeronoave boliviana está deixando o controle aéreo de Bogotá para o de Medellín e é autorizada a descer 3 mil metros. Até então, a tripulação não informou se havia uma situação de emergência. Essa aeronave conta com um sistema de alerta de baixa quantidade de combustível. Isso significa que se inicia um alarme audível e visual. De acordo com o manual da aeronave, avisa 20 minutos de voo com esse alarme. Esse alarme foi dado dois minutos depois dessa posição”, contou o secretário.

A investigação se debruça agora sobre as razões da interrupção da gravação antes da queda do avião. “A gravação para um minuto antes da queda e temos de saber o motivo”, disse. As investigações apontam que a aeronave voava com 500 quilos a mais do que o permitido.

FONTE: ESTADÃO

OUROBRANQUENSES QUE FAZEM A DIFERENÇA

Os parabéns do blog Quipauá vão para os ourobranquenses Rubens Bitan por sua promoção ao posto de capitão do Exército Brasileiro, e a estudante da Escola Estadual Manoel Correia, Ana Carolina, pela conquista do primeiro lugar no concurso de redação do Senado Federal. Parabenizamos também, a professora Clécia Medeiros por seus ótimos serviços prestados a nossa educação.

IRMÃ DO PRESIDENTE DO TJ/RN É ASSASSINADA EM CAMPINA GRANDE

Uma empresária de 69 anos morreu após ser baleada durante um assalto na tarde deste sábado (24) no Centro de Campina Grande. De acordo com a Polícia Militar, a vítima estava saindo de um estacionamento quando foi abordada pelos suspeitos. A empresária, Célia Márcia Santos Cirne, era irmã do presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Cláudio Santos. A família não divulgou informações sobre o velório.
O caso foi registrado no início da tarde, na Rua Getúlio Vargas. A empresária estava saindo do estacionamento quando foi abordada por dois homens em uma moto. Segundo a PM, a dupla anunciou o assalto e em seguida atiraram contra a mulher, que foi atingida na cabeça.
Ela ficou um pouco assustada e eles entenderam como se fosse uma reação e atiraram.
Do local foi levado a bolsa da vítima com objetos pessoais”, disse a tenente Rafaela Rotundano, da Polícia Militar.
Após ser baleada, a empresária perdeu o controle do carro e atravessou a rua, atingindo outro veículo que seguia pelo local. “Não tinha como eu parar e pensei até que não tinha motorista no carro, ai quando eu passei que vi eu brequei e quando bati, que o rapaz correu, ai disse que tinha uma pessoa baleada”, explicou o motorista, o autônomo Joab Rodrigues.
Ainda de acordo com a PM, a mulher chegou a ser socorrida com vida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos e morreu durante o atendimento.
A Polícia Civil investiga o caso e segundo o delegado Cláudio Manoel, as imagens das câmeras de segurança dos estabelecimentos próximos ao local do crime foram solicitadas para tentar identificar a dupla. “Por enquanto trata-se de um latrocínio tentado, onde segundo testemunhas os pertences dela foram levados e ela foi atingida por um tiro”, completou o delegado.
Fonte: G1 PARAÍBA