web analytics

PRIMEIRA CADEIA DE OURO BRANCO

 

Primeira cadeia de Ouro Branco

Logo após a criação do povoado Espírito Santo, foi colocado um tronco de madeira num terreno onde hoje fica a Rua Valentim Lopes, perto da casa de Expedito Coveiro, para acorrentar criminosos ou somente arruaceiros de fim de semana. Estes eram presos ao tronco de madeira com uma corrente de ferro enquanto esperavam para serem transferidos para a cadeia de Jardim do Seridó.

Certa vez, os jagunços da fazenda Pedreira, alguns já tinham sido acorrentados nesse tronco de madeira, atearam fogo ao mesmo destruindo-o, por isso que a atual Rua Valentim Lopes era conhecida como Rua do Fogo.

Posteriormente dois troncos de madeira foram colocados dentro da primeira cadeia de Ouro Branco, que foi instalada no local onde funcionou a farmácia do português João Antunes, sendo que até hoje ainda existe no local os dois troncos que serviam para acorrentar os presos.

 

Antigo tronco onde os presos eram acorrentados

 

FONTE: LIVRO “OURO BRANCO: DE 1722 A 1954”.

Compartilhe nossas postagens por: