PR DE OURO BRANCO PODE SER RENOVADO

O Partido da República (PR), de onde a deputada federal Zenaide Maia saiu, é hoje presidido pela enfermeira Maria das Vitórias Araújo da Silva, irmã da Prefeita de Ouro Branco.

O partido conseguiu 472 votos nas últimas eleições, mas mesmo representando 12,51% do eleitorado ourobranquense, o segundo partido com maior proporção de votos da coligação, não logrou eleger nenhum vereador.

O PR de Ouro Branco foi o partido que mais candidatos lançou na eleição de 2016 (cinco candidatos), juntamente com o PSD. Em comparação, o PMDB lançou dois candidatos e elegeu um, ou o PT com três candidatos elegendo dois.

Os candidatos do PR eram, em sua maioria, pessoas publicamente reconhecidas. O Partido da República lançou como candidatos:

  • O minerador Turica (197 votos), primeiro suplente, tendo como ponto forte ser vereador na época;
  • A estudante Dedessa (152 votos), segunda suplente, tendo como ponto forte sua mãe, a professora Rosa Dias;
  • O agricultor Chico Garofa (81 votos), terceiro suplente, tendo como ponto forte sua conhecida imagem na política da cidade;
  • O professor estadual Professor Erinaldo (31 votos), quarto suplente, tendo como ponto forte um programa de mandato cuidadosamente elaborado, inédito na política ourobranquense;
  • A porteira Katiuscia Souza (7 votos), quinta suplente, tendo como ponto forte sua atividade na Rádio Manairama.

Quipauá analisa que a estratégia de lançar muitos candidatos pode ter sido o maior risco do partido. Os votos se distribuíram entre os cinco candidatos republicanos que concorreram entre si. Se fosse menos candidatos, possivelmente os suplentes do PR tivessem alcançado o quociente eleitoral.

A presidente do PR, Maria das Vitórias, e o atual Secretário da pasta da agricultura em Ouro Branco, Genilson Turica, devem dar novo rumo ao partido com a saída da deputada federal Zenaide Maia, se pretendem fortalecer o partido para as eleições deste ano ou mesmo a de 2020. A vigência da comissão provisória do PR em Ouro Branco não tem prazo de vencimento estabelecido, mas deve ganhar validade em breve, com a medida adotada pelo Tribunal Superior Eleitoral, em 3 de agosto de 2017, que obriga os partidos políticos a fixar, em seus estatutos, prazo razoável de duração de suas comissões provisórias.

Compartilhe nossas postagens por:

Autor: Francisco Segundo de Sousa

Um ateu marmanjo magricela alto e desengonçado, ranzinza, introspectivo e altruísta, porém nada simpático, por vezes arrogante, descuidadamente presunçoso, as vezes enganador, mas desinteressado em prejudicar alheios, tentando sempre ser confiável, mesmo que nem sempre crível.